PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ARQUITETURA E URBANISMO (PPGAU)

UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA

Telefone/Ramal
Não informado

Notícias


Banca de DEFESA: DHYEGO DE LIMA NOGUEIRA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: DHYEGO DE LIMA NOGUEIRA
DATA: 21/08/2017
HORA: 14:00
LOCAL: Sala DAU
TÍTULO: WAYFINDING E LEGIBILIDADE AMBIENTAL EM PARQUE URBANO: UM ESTUDO DA PERCEPÇÃO DE USUÁRIOS IDOSOS
PALAVRAS-CHAVES: Acessibilidade Ambiental; Idoso; Legibilidade ambiental; Parque urbano; Percepção Espacial; Relação Pessoa-ambiente; Wayfinding
PÁGINAS: 231
GRANDE ÁREA: Ciências Sociais Aplicadas
ÁREA: Arquitetura e Urbanismo
SUBÁREA: Tecnologia de Arquitetura e Urbanismo
RESUMO: Esta pesquisa buscou avaliar a percepcao ambiental de idosos em um parque urbano de Joao Pessoa-PB, identificando elementos de legibilidade espacial e como contribuem para o processo de wayfinding. O wayfinding foi escolhido como base conceitual para permitir a compreensao da navegabilidade pelo usuario como parte da articulacao e orientacao espacial. Enquanto o conceito de legibilidade, estabelecido por Kevin Lynch, permitira a compreensao do usuario idoso em relacao a clareza da paisagem urbana e do ambiente analisado. A pesquisa teve como estudo de caso o Parque Zoobotanico Arruda Camara, tambem conhecido como Parque da Bica. A metodologia contou com uma abordagem de multimetodos utilizadas na relacao pessoaambiente, e que visou observar e analisar o ambiente e os usuarios idosos. O ambiente foi verificado a partir de levantamento documental, visitas exploratorias e walkthrough. Ja com os usuarios foram realizados mapas comportamentais centrados no individuo, entrevistas estruturadas e passeios acompanhados com estrategias de orientacao associada. Essas estrategias utilizadas com os idosos visaram identificar a percepcao espacial e ambiental quanto aos aspectos que facilitavam ou dificultavam a orientacao espacial e deslocamento pelo ambiente considerando modos de orientacao, tomada de decisao, acessibilidade ambiental, infraestrutura do ambiente, dentre outros. A partir dos resultados foi possivel identificar falhas na infraestrutura do Parque que podem influenciar na forma como o idoso percebe e se orienta pelo Parque da Bica. Espacos de pouco transito de idosos ou que nao apresentavam sinalizacao, nao eram utilizados por receio ou por nao demonstrarem motivacao para visitacao. Aspectos ligados a falta de referencia espacial ou inadequacao na sinalizacao informativa e direcional, tal como, vias em estado precario de manutencao e escadas e rampas inadequadas geraram barreiras para o deslocamento, demonstrando aspectos de legibilidade que poderiam dificultar o processo de wayfinding. Tambem foi identificado que os idosos perceberam o Parque de forma positiva, no entanto, acreditavam e faziam referencia a necessidade de melhorias para facilitacao no acesso, uso, deslocamento e seguranca desse publico e, sobretudo, daqueles usuarios com algum grau de limitacao ou incapacidade, ou ainda, que tem baixa escolaridade. Por fim, considera-se que estrategias metodologicas utilizadas demonstraram eficacia para estabelecimento de um olhar mais apurado sobre a percepcao do idoso e de como a legibilidade ambiental auxiliou no processo de wayfinding no Parque em questao.
MEMBROS DA BANCA:
Interno - 1644352 - ANGELINA DIAS LEAO COSTA
Presidente - 1548892 - GEOVANY JESSE ALEXANDRE DA SILVA
Interno - 1768957 - MARCELE TRIGUEIRO DE ARAUJO MORAIS
Externo à Instituição - VANESSA GOULART DORNELES